7 de set de 2010

Independência ou Moda!

   Retrato de d. Carlota Joaquina , séc    XIX, Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa.
Autor desconhecido.


Olá, queridos! Tudo bem com vocês? Feriadão prolongado de muito descanso, bom demais, não acham?! Já que o feriado de 7 de Setembro é devido à comemoração da Independência do Brasil, que por sua vez ocorreu no século XIX, que tal conhecermos um pouco do que as mulheres que viveram no Brasil à 200 anos, vestiam?

A Moda em 1808: Era uma vez uma colônia pacata e atrasada chamada Brasil. Ela era habitada por um povo de maioria analfabeta que se vestia de forma modesta e descontraída. Em 1808, a vinda da família real mudou radicalmente a estrutura político-econômica do país e, por que não, a maneira de se vestir das pessoas. Você sabia que, naquela época, muitas escravas usavam jóias? Vejam os detalhes do vestuário das mulheres brasileiras antes e depois da chegada da realeza.

Vestido de corte império: sucesso no século 19! Depois da moda extravagante do Antigo Regime, quando as mulheres viviam aprisionadas por vestidos exageradamente acinturados, saias rodadas e perucas enormes, a moda simplificou-se. O hit do século 19 eram os vestidos de corte império, com a cintura logo abaixo dos seios, inspirados nas túnicas greco-romanas. Esses modelos não tinham amarrações nem espartilhos e apresentavam as mangas quase sempre curtas e levemente bufantes.

Vestido de gala inspirado na Imperatriz Leopoldina. Incorporava perfeitamente o estilo da época. Vestia-se de maneira fina, mas não ostentosa, com vestidos da moda e jóias discretas. Nas ocasiões festivas, seus trajes apresentavam mais requinte.


Traje inspirado em D. Maria, à moda dos tempos áureos da monarquia absolutista. Ela viveu a maior parte do tempo no Antigo Regime, época em que o luxo e a ostentação estavam em alta. Por isso, suas roupas eram as que menos se enquadravam no padrão estético vigente. Tinha várias jóias e peles feitas na França e na Rússia, além de vestidos glamourosos com saias amplas e corseletes apertados.


Roupa que retrata a extravagância de Carlota Joaquina. Ela defendia ferozmente a superioridade da nobreza sobre as demais classes sociais e as roupas dela espelhavam esse sentimento. A presença de muitas jóias e acessórios é marcante no visual de Carlota, que também usava vestidos de corte império, mas não abandonou os modelos de saias rodadas.


Obrigada à Natália Mello, da Manequim!